27 de fev de 2011

Pilates no Parkinson

O Pilates pode ser inserido para o indivíduo com Parkinson após analisarmos  a patologia , sua definição , características , sintomas e suas principais restrições .
Na minha pesquisa em base de dados , não encontrei um que seja específico sobre Pilates e Parkinson . Somente um de 2009 que apresenta somente uma citação sobre o Pilates como recurso dentre outros :
  • Phys Ther. 2009 Apr;89(4):384-93. Epub 2009 Feb 19.

Delaying mobility disability in people with Parkinson disease using a sensorimotor agility exercise program.” ( Redução da deficiência de mobilidade das pessoas com doença de Parkinson através de um programa de exercícios para agilidade sensório motora )

Este trabalho fala sobre as limitações do Parkinson , dando ênfase para mobilidade no campo da funcionalidade . A proposta foi apresentar exercícios eficazes para corrigir esses déficts e dentre eles é citado exercícios do Tai Chi , caiaque, boxe e exercícios do Pilates .


Encontrei também um livro sobre o assunto: Pilates for Parkinson’s Disease  . Achei interessante , é de uma autora , de Oregon-EUA , foi publicado em 2010 . http://www.pilatesforparkinsons.com/  ( link sobre o livro )


           Além do artigo, livro , para ilustrar melhor   assistam esse vídeo da Polestar Pilates sobre  "Pilates para pacientes com Parkinson" , é um vídeo excelente que ilustra muito bem os aspectos da patologia , os exercícios com seus  efeitos e benefícios. Tem relatos de fisioterapeutas , instrutores de pilates , do Brent ( presidente da Polestar ) e de alguns pacientes .
Vídeo mostrando uma aula para alunos com Parkinson


    No Pilates podemos trabalhar com  exercícios visando principalmente a funcionalidade na manutenção da capacidade física dos indivíduos de Parkinson .É importante trabalhar ganho de força e resistência muscular , respeitando o aumento de carga gradativo  obtido pelas molas . Os movimentos devem ter um ritmo linear e é importante oferecer estímulos verbais e táteis conduzindo com maior proteção a execução do exercício , controlando assim os principais sintomas : tremor , bradicinesia ( lentidão para iniciar e executar  um movimento ) e a rigidez . Nos exercícios para ganho ou manutenção de amplitude de movimento e mobilidade, devem ser enfatizados os movimentos extensores, abdutores e rotatórios, podendo contribuir para reduzir muitas limitações . O trabalho postural deve ser primordial para reduzir a suscetibilidade da postura fletida do Parkinsoniano .

         Outro aspecto que pode ser trabalho com recurso do Pilates é o equilíbrio e coordenação motora . Além do aspecto motor no Pilates a pessoa também se sente inserida no meio social ,executando exercícios em um ambiente considerado agradável , se comparado ao um ambiente hospitalar ou clínica . O Pilates trabalha muito a mente , resgatando a auto estima e a força de vontade para  viver de uma forma melhor  . Todos esses aspectos sendo trabalhado no Pilates podem resultar em uma melhor  qualidade de vida !
                                                                                                                                          Luciana Lafetá 

Referências :
1 - “Delaying mobility disability in people with Parkinson disease using a sensorimotor agility exercise program.”Phys Ther. 2009 Apr;89(4):384-93. Epub 2009 Feb 19.2 -  Livro :  http://www.pilatesforparkinsons.com/
3 - Vídeos Polestar Education
4 - ATUAÇÃO DA FISIOTERAPIA NO PACIENTE COM DOENÇA DE PARKINSON , Fisioter. Mov. 2008 jan/mar;21(1):79-85




15 de fev de 2011

Meu aniversário no Pilates !

    Valorizo muito todas as horas e momentos da minha vida , nada costuma passar em branco e sim dou muita ênfase principalmente a datas especiais . O meu aniversário considero super especial , pois o significado para mim é de comemoração de mais um ano de vida  e cada ano representa um maior acúmulo de vivências , histórias , ensinamentos , luta  e muitas conquistas . 
    Sou uma pessoa que não tenho medo da idade e posso fazer uma correlação dos meus pensamentos com uma frase do Joseph Pilates : 
Se aos 30 anos você está sem flexibilidade e fora de forma, você é um velho. Se aos 60 anos você é flexível e forte, você é um jovem.”
    Adoro essa forma de pensar e viver , temos que realmente nos aceitar e nos valorizar cada dia mais !   Se aceite da forma que você é.”Joseph Pilates .
     Então 6 de fevereiro foi meu aniversário ! Comemorei muito , inclusive no Pilates com minhas colegas de trabalho  !

"Todo o trabalho é vazio a não ser que haja amor." Khalil Gibran

10 de fev de 2011

Pilates Coreografado !

Sou apaixonada por este vídeo ! Ele mostra uma coreografia com exercícios do Pilates , no ritmo da música . Essa coreografia foi apresentada numa conferência da Polestar em 2010 . Na verdade a minha paixão por este vídeo tem 2 fatores : o primeiro é que realmente é muito interessante a sincronia realizada entre os diversos exercícios , agora o segundo é ver a LOIRINHA DO CANTO DIREITO .... assistam esse vídeo , vale muito a pena e foquem nessa menininha ! É muito lindooo, ela erra várias vezes , mas não perde a pose !

9 de fev de 2011

Pilates como tratamento para Depressão

Confiram na íntegra essa matéria no site :
Profissionais de saúde reconhecem Pilates para o tratamento da depressão
site :
http://www.isaude.net/pt-BR/noticia/3410/geral/profissionais-de-saude-reconhecem-pilates-para-o-tratamento-da-depressao


Nessa reportagem eles relatam o Status que o Pilates vem ganhando entre os profissionais da Saúde . Observo que o Pilates por ser uma técnica mais individualizada ,tendo turmas com no máximo 4 alunos , acaba tendo um envolvimento maior do profissional com o aluno e também entre os alunos . Essa interação social é sempre importante de ser trabalhada na Depressão , já que é uma das doenças que causam maior índice de incapacitação psico-fisico-social à população geral, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) perderá apenas para as doenças cardiovasculares quanto a esse índice .
É conhecido cietificamente os efeitos fisiológicos da prática da atividade física e o Pilates sendo inserida como tal ,por trabalhar alongamento , melhora da força e resistência , promove assim a liberação de neurotransmissores associado ao bem estar .
As aulas de pilates apresentam exercícios variados , despertando maior interesse , sendo agradável de se praticar e com exercícios individualizados se adaptando para cada caso .
Considero o Pilates é um importante auxiliar no tratamento e prevenção da Depressão .
Lu Lafetá

8 de fev de 2011

Exercícios do Pilates para dor Ciática ( artigo em inglês da Polestar )

Leiam esse artigo no site do ABOUT.COM Pilates
http://pilates.about.com/od/pilatesforeverybody/a/Pilates-Exercises-Sciatica.htm


É um artigo que apresenta uma entrevista com Dr. Brent Anderson , presidente da Polestar Pilates , passando importantes orientações para tratamento da Ciatalgia com exercícios do Pilates . Vale a pena ler na íntegra !


Pilates e a Esclerose Múltipla

A esclerose múltipla é uma doença neurológica crônica, de causa ainda desconhecida, em que se observa maior incidência em pessoas do sexo feminino. Distúrbios na marcha, na força, dormências, fraqueza muscular, rigidez articular e falta de coordenação motora estão entre os principais sintomas. Em estágios mais graves, a EM pode acarretar episódios de infecção ou insuficiência respiratória, que devem ser tratados com atenção e rapidez para minimizar o desconforto do paciente e coibir uma piora do seu estado geral.

A variedade dos sintomas e os diferentes graus de incapacidade dificultam a elaboração de guias e padronizações para a orientação de exercícios para essa população. No entanto, é certo que a execução de exercícios suaves é recomendada para as pessoas que carregam esta doença.

Estudiosos no assunto recomendam a aplicação de exercícios para desenvolvimento da força muscular. Por isso, o Pilates é tão indicado. A técnica colabora na melhora da coordenação das atividades conscientes e inconscientes. Um dos grandes benefícios é a diminuição da fadiga, mal que também afeta os pacientes com EM.
Os exercícios devem seguir uma lógica crescente de funcionalidade onde, para aqueles com maior déficit motor, sugere-se a aplicação de movimentos passivos, como, alongamentos lentos para os principais grupos musculares. A reeducação diafragmática e da musculatura acessória também entra na lista de benefícios.
Para indivíduos com maior nível de força são indicados alongamentos ativos e exercícios de resistência, com ou sem a ação da gravidade e com número de repetições próximo ao nível da fadiga.
O mais importante é que o paciente deve ter a aprovação médica para realizar os exercícios. Além disso, professor e médico devem estar em constante troca de informações sobre o paciente, pois é o médico que poderá permitir intervenções coerentes ao longo do tempo.

Fonte: Jader Beck, profissional de Pilates.





Na minha opinião o instrutor de pilates deve estabelecer os objetivos da aula para um paciente com esclerose múltipla partindo do princípio de que devemos ajudar o paciente a utilizar ao máximo as capacidades que lhe restam. As necessidades variam de um paciente para outro, sendo que essa variação se deve aos sintomas específicos apresentados pelo paciente e ao estágio evolutivo no qual se encontra a doença, indicando, portanto, que o Pilates deve ser individualizado.
Podemos atuar tanto na fase aguda (pós-surto) quanto na fase remissiva, tomando alguns cuidados. Na fase aguda, os exercícios devem ser mais passivos, as pausas de recuperação mais longas, os exercícios, objetivam basicamente, manter as amplitudes de movimento e evitar complicações secundárias, conforme a evolução, podemos adicionar exercícios ativos sem que ocorra muito gasto energético. Já na fase remissiva os exercícios ativos serão mais intensos, mas sempre intercalados por pausas de recuperação, de modo que não ocorra a fadiga, nem o aumento da temperatura corpórea.
Estudando e entendendo bem da patologia ,podemos aplicar o método Pilates e este trazer ótimos benefícios para pacientes com Esclerose Múltipla!
Lu Lafetá

obs: Essa foto eu encontrei para ilustrar o artigo , mas entrei e li também o artigo Americano que mostra a história dessa mulher da foto que apresenta a Esclerose Múltipla e realiza sessões de Pilates e está obtendo um bom resultado !
Para quem interessar , aqui está o Site :
http://www.dallasnews.com/news/community-news/frisco/headlines/20100208-Woman-with-MS-finds-strength-4981.ece

Nívea Stelmann: pilates e malhação para ser musa no carnaval

Com 55 kg e 1,65m, ela conta que está feliz com o resultado de sua dedicação aos exercícios físicos:

— "Antes de começar o pilates, achava que era algo leve, coisa para gente mais velha. Mas saio da aula pingando, exausta. Estou ficando sarada, com os braços definidos." relata Nívea

FONTE : globo.com



Pilates apresenta vários segmentos de atuação , de acordo com o objetivo e perfil do aluno . Pode ter um cunho fisioterápico para alunos que apresentam alguma restrição como exemplo : hérnia de disco , condromalácea patelar ... Cunho social, trabalhando o bem estar psicológico e como citado na reportagem o Cunho estético , trabalhando a força muscular com exercícios avançados e dinâmicos! Existe sim o Pilates leve para as pessoas idosas , o lúdico para crianças , o reabilitativo para pessoas com patologias e restrições , o funcional para atletas, o específico para grávidas e o que faz também sair pingando e exausta como para Nívea !!!
Lu Lafetá